31 julho 2006

S2

Não quero andar sozinho por estas ruas
Sei do perigo que nos rodeiam pelos caminhos
Não há sinal de sol, mas tudo me acalma
No seu olhar
Não quero ter mais sangue morto nas veias
Quero o abrigo do abraço que me incendeia
Não há sinal de cais, mas tudo me acalma
No seu olhar

(T.Moura, Marcio Borges...A. Sater)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...