31 outubro 2007

Happy Halloween!!!!


Bem, aproveitando a data, irei falar sobre a história do Halloween, conhecido também como Dia das Bruxas.

Como todos sabem, no Brasil a comemoração desta data é recente. Chegou ao nosso país através da grande influência da cultura americana, principalmente vinda pela televisão. Os cursos de língua inglesa também colaboram para a propagação da festa em território nacional, pois valorização e comemoram esta data com seus alunos: uma forma de vivenciar com os estudantes a cultura norte-americana. Esta festa também é comum em outros países de língua inglesa, como a Inglaterra.

Esta festa é originária da cultura celta. Eles acreditavam que no último dia do verão (31 de outubro), os espíritos saiam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos. Para assustar estes fantasmas, os celtas colocavam, nas casas, objetos assustadores como, por exemplo, caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas entre outros. Isso deve-se ao fato de que o véu que separa o mundo material do mundo espiritual encontra-se mais fino e o contato com nossos ancestrais torna-se mais fácil. Era o início do Ano Novo celta.

O Ano Novo celta é chamado de Samhain (pronuncia-se Sou-ein), ainda é comemorado hoje em dia, por algumas veertentes do paganismo, como a Wicca. O dia 31 de outubro, na opinião de alguns, só é válido no hemisfério norte, pois aqui no hemisfério sul, a ordem das estações é sempre oposta e no caso do Samhain (e outras festas celtas também), a estação do ano possui grande importância.

O Samhain (no norte) ocorre no pico do Outono. É o tempo do ano em que o frio cresce e a morte vaga pela Terra. O Sol está enfraquecendo cada vez mais rapidamente, a sombra cresce e as folhas das árvores estão caindo, numa preparação ao Inverno que chegará. Essa é a última colheita, o tempo em que os antigos povos da Europa sacrificavam seus gados e preservavam sua carne para o Inverno, pois esses animais não podiam sobreviver em grande escala nesse período do ano devido ao frio vindouro. Só uma pequena parte, os mais viris e fortes, era mantida para o ano seguinte.

É a noite em que o Velho Rei morre e a Deusa Anciã (uma das faces da tríplice deusa celta) lamenta sua ausência nas próximas seis semanas. O Sol está em seu ponto mais baixo no horizonte, de acordo com as medições feitas através das antigas pedras da Britânia e da Irlanda, razão pela qual os Celtas escolheram esse Sabbat, em vez de Yule, para representar o Ano-Novo. Para os Antigos Celtas, esse dia sagrado dividida o ano em duas estações, Inverno e Verão. Samhain era o dia no qual começavam o Ano-Novo celta e o Inverno, por isso era um tempo ideal para términos e começos.

Quando o Deus finalmente morre, mas sua alma vive na criança não-nascida, a centelha de vida no ventre da Deusa. Isto simboliza a morte das plantas e a hibernação dos animais, o Deus torna-se então o Senhor da Morte e das Sombras.


A festa, como visto, não possui origem cristã, por isso muitos cristãos mais radicais não comemoram. Aqui no Brasil, há muita resistência, pois, Muitos brasileiros defendem que a data nada tem a ver com nossa cultura e, portanto, deveria ser deixada de lado. Argumentam que o Brasil tem um rico folclore que deveria ser mais valorizado.
Para tanto, foi criado pelo governo, em 2005, o Dia do Saci(comemorado também em 31 de outubro).

De uma coisa sei, quando criança queria ficar pedindo gostosuras ou travessuras... :P

As informações postadas aqui podem ser encontradas nestes links:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...