19 julho 2018

Para não dizer que esqueci do Cody


Primeiro, tenho que pedir desculpas pelo sumiço. Ando ocupada esses dias e ainda tem o fator da gravidez (sabe como é, médico, exames, etc).

Então, tentando por as postagens em dia, deixo a minha lembrança aqui para o loirão favorito de todos no Final Fight (ou não), Cody!!!!


Cody integrou ao elenco, sendo agora um cidadão respeitável e prefeito de Metro City, como podem conferir no modo história dele (que não é nenhum spoiler agora).


O mesmo também é jogável no modo Arcade, estando disponível em SF 1, SF Zero/Alpha, SF IV e SF V!


E claro, não posso esquecer do seu maravilhoso olhar 43 que deixou algumas meninas ovulando e os alguns rapazes duvidando da sua heterossexualidade (ou se assumindo mesmo :v ).


Particularmente, curti o novo visual dele. mas para os saudosistas, o mesmo possui os trajes de Final Fighht 1 e o de SF IV!


E vocês estão curtindo jogar com o loirão?

17 abril 2018

Conhecendo Falke, a "Guardiã Falcão"


A Capcom divulgou ontem o trailer da personagem Falke, a misteriosa loira que apareceu do lado de Ed na abertura de Street Fighter V: Arcade Edition.



Altura: 176 cm
Peso: 54 kg
Nacionalidade: Desconhecida
Ocupação: Ajudante de Ed.
Gosta: Chá de leite e apreciar o teatro
Voz: Sumire Uesaka / Kira Buckland

Conforme as informações divulgadas, ela (assim como Cammy, Abel, Ed...) é mais um corpo extra de Vega/M.Bison. Assim como Ed, que sofreu diversas experiências, ocorreu o mesmo com Falke, com a diferença que, em vez de parar no laboratório da S.I.N. e ser resgatado por alguém, ela foi forçada a treinar, dia sim, dia não, para atingir a perfeição. Falke tem a habilidade única de energizar os objetos com Psycho Power, liberando a energia contida através deles. Sua arma é seu bastão, que ela chama de Harmony (Harmonia).

Falke tendo um pesadelo, sendo atormentada por Vega/M.Bison
Devido aos anos de treinamento pesado, a mente de Falke começou a cair em desespero, desejando que aquilo tudo acabasse (é, pelo visto, ela tem depressão =/ ). A vida dela mudou ao encontrar Ed, que veio em seu socorro, e ela pode escapar da Shadaloo.

Ed resgatando Falke
Os dois possuem um vínculo fraterno, de irmãos (e podemos afirmar que são mesmo, de certa forma... E indo mais longe, ambos ainda seriam "parentes da Cammy e do Abel) e estão procurando outras pessoas que também precisam de ajuda (own, que bonitinho). Ah, e Falke também é um tanto perfeccionista.



Falke, pode carregar e armazenar Psycho Power com o seu bastão, caso o jogador mantenha pressionado qualquer botão de soco, podendo ser liberado de três maneiras distintas (lembram da magia de Juri, que você poderia controlar a sua saída?):

  • Psycho Kugel - A magia "normal" feita em pé, como se o seu bastão fosse uma arma;
  • Psycho Feder - Feita no ar, em diagonal;
  • Psycho Kanonen - Uma magia rasteira, liberada quando a personagem está abaixada.
No que se refere a jogabilidade, Falke possui comandos similares ao de Ed. Ou seja, ao se pressionar dois socos, por exemplo, ela fará o golpe Psycho Schneide, que é o seu anti aéreo. Caso faça o comando de pressionar dois botões de chute, teremos o Katapult, um golpe onde ela salta contra o adversário e faz um movimento de chute.

V-Reversal: Psycho Input 


Um tipo de ataque de corte.

V-Skill: Psycho Trombe



Falke estende o seu braço e gira o seu bastão. O movimento pode ser cancelado, dando liberdade ao jogador de emendar com outro golpe. E ele também pode ser usado para absorver projéteis.

V-Trigger I: Staerken


Neste V-Trigger de duas barras, Falke aumenta a sua capacidade de colocar e liberar o Psycho Power no seu bastão, permitindo que ela use versões adicionais de seus movimentos especiais, sem precisar ter que recarregar antecipadamente.

Pressionando o Soco Forte e o Chute Forte novamente, durante esse V-Trigger, fará com que ela use o Psycho Shrot, uma versão do Psycho Kugel que emite três tiros. Pressionando para abaixo e apertando Soco Forte e Chute Forte, ela usará o Psycho Panzer, uma versão mais poderosa (que causa mais dano) do Psycho Kanonen. E caso você pressione os dois botões no ar, fará com que ela use o Psycho Jaeger, um Psycho Feder mais forte, que pode ricochetear no chão. O Psycho Shrot e o Kanonen podem ainda ser cancelados entre si, deixando o oponente mais propenso a um Critical Art.

V-Trigger II: Psycho Angriff


Neste V-Trigger de três barras, Falke aumenta sua capacidade de utilizar seu bastão de várias maneiras. Após ativado, ela irá imediatamente girar seu bastão no ar, com uma onda de Psycho Power em volta.

Pressionando Soco Forte e Chute Forte, durante o V-Trigger, fará com que ela use o Psycho Sturm, um golpe com seu bastão que pode ser cancelado, estendendo assim os combos. Pressionando baixo e Soco Forte mais Chute Forte, falke usará o Psycho Klinge, onde ela pula diagonalmente no ar antes de bater com o seu bastão no oponente e pode ser seguido de movimentos normais. A V-Skill de Falke, Psycho Trombe, também pode refletir projéteis durante o Psycho Angriff.

E por último, cada um dos novos movimentos que ela ganha durante esse V-Trigger, poderá ser cancelado, p partir dos movimentos como Psycho Schneide e Katapult, aumentando o seu potencial de combinação e dano.

Critical Art: Psycho Fluegel


Falke estará disponível para compra, tanto por FM quanto por dinheiro real, a partir do dia 24 deste mês, assim como seus trajes extras (lembrando que o último, o de Batalha, está disponível APENAS em dinheiro real).

Traje de Batalha

Traje do modo história
Agora meus comentários:


Falke parece ser uma personagem interessante, seja na história, onde tiveram um cuidado para não deixá-la uma "clone" da Cammy, quanto no estilo de luta, que mesmo usando um bastão, não lembra o do personagem Rolento, possuindo uma pegada mais puxada para alguma arte-marcial oriental (na wikia de SF afirma que ela luta eskrima, uma arte filipina de luta).

Talvez algo que possa ter decepcionado alguns seria o fato dela ser meio "fria" ao dizer suas frases, podendo ser reflexo de sua possível depressão e todo o sofrimento na Shadaloo (ou "preguiça" do povo, vai saber).

Até o momento a adição dela no cast dos lutadores, me pareceu interessante, sendo praticamente a segunda personagem nova com uma "ligação direta" com o novato Ed (a primeira é a sua biscoitinha Menat, lembram?). O que me faz lembrar que estou curiosa para saber mais sobre os outros integrantes da Nova Shadaloo e confirmar ainda mais a suspeita que tenho, que esse grupo é formado por pessoas parecidas com o Ed, de certa forma.

E vocês, o que acharam? Curtiram?


Fonte: Capcom-Unity, Site oficial japonês de Street Fighter V, Degenki Online

12 abril 2018

Contagem regressiva para Falke


Ontem, a Capcom divulgou na página oficial do Facebook de Street Fighter e no Twitter, a seguinte imagem:


Ou seja... Ela, assim como o Ed, usa Psycho Power, mesmo que de maneira diferente, e é um clone, como ocorre com Abel. Mais uma para a "família" do Vega/M.Bison!! :v

Essa confirmação dela ser um clone, só confirma ainda mais as suspeitas que eu tenho dos novos companheiros do Ed. Que todos seriam "pessoas como ele", experiências da Shadaloo, "aberrações", que se uniram por algum motivo.

Assim que tiver mais novidades da loirinha, irei postar. Estou ansiosa por ela!!! =D

Nicki Minaj lança a música Chun-Li!


Sim, como era suspeito, Nicki lançou duas novas músicas: Barbie Tingz e Chun-Li!

Como o que nos interessa é a última, ela já foi disponibilizada em plataformas de streaming. Quem quiser dar uma conferida no vídeo abaixo (agradeço ao Sano que me mandou xD):


Não é de hoje que Street Fighter terminou tendo uma relação dentro da cultura hip hop. Inclusive foi até um tema de artigo no site Vice.

E aí, o que acharam?

11 abril 2018

Nicki Minaj de... Chun-Li?


Eis uma notícia que me pegou completamente de surpresa esta semana.

A cantora Nicki Minaj publicou duas imagens ontem, dia 10, tanto no Twitter quanto na sua página do Facebook. Uma delas (abaixo) intrigou os fãs de Street Fighter:


Até o momento não saiu mais informações sobre isto, porém, como devem imaginar, é algo relacionado a alguma música nova dela.

Depois disso, tô esperando algum cantor para se caracterizar de "Ryu das quebradas" e fazer uma foto conjunta com ela... :v


E claro, tá inevitável eu não associar o clipe Anaconda:


Com esse de Rap Battle: Ryu vs. Ken (Starbomb):


Qualquer novidade, para a sua curiosidade ou desespero, pode ter certeza que irei postar aqui!!!! =P

10 abril 2018

O que podemos aprender com o fanservice de Ed


Nihao e com vocês, um post um tanto "polêmico". Antes de continuar, um lembrete, que essa é apenas a minha opinião e você não é obrigado a concordar com ela. Isso é apenas uma conclusão que cheguei após pensar em certas coisas. Pode fazer sentido? pode, assim como não. Mas, eu quero levar vocês a pensar um pouco sobre algumas questões.


Como disse na última postagem, a Capcom fez uma brincadeira de 1º de abril com Ed, o loirão "psychopowerizado" de Street Fighter V. Um card game chamado Hado Stone, onde você assumia o papel dele mais jovem, enfrentando os quatro grandes da Shadaloo de SF II. Até aí nada demais, se não fosse por dois detalhes.

Este produto, um dakimakura (aquele travesseiro gigante de abraçar), que estava sendo anunciado como algo que seria comercializado:


E essa imagem quando o jogador conseguia coletar todas as cem Faces da Derrota dos seus adversários:


Temos aqui claramente um exemplo bem escancarado de fanservice, mas ao contrário do que muitos pregam e dizem por aí, voltado mais para o público feminino (e gay).


Nesse tempo que jogo (sou da época dos fliperamas, sem a facilidade da internet de hoje e que mamãe e/ou papai contavam moedinhas para comprar um clone do Nintendinho para o seu filho), principalmente na situação atual, vejo um mantra sendo repetido de que "empresas de jogos não fazem esse tipo de fanservice para garotas".

Maquiagem, um dos produtos recentes de Sailor Moon
É fato que, por uma série de motivos, videogames sempre teve um público maior entre homens, então seria normal, seguindo a lógica, você, sendo uma empresa, buscar fazer o fanservice que abranja a maior parte do seu público. É como um "desenho voltado para meninas" como Sailor Moon e My Little Pony. Por mais que se tenha fãs masculinos da saga, que compram produtos (e não é porque é um desenho voltado para garotas que garotos não possam curtir), boa parte dos merchandising feito será para o público feminino, que ainda é a maioria, mesmo tendo uma coisa ou outra para alegrar os rapazes (e claro, nada impede de algum homem comprar os produtos voltados para as meninas).


Mas os tempos são outros hoje. Há jogadoras conhecidas no circuito profissional, mulheres (e alguns homens) surtaram ao ver o Hot Ryu, o que praticamente transformou essa versão dele em "mascote" para diversos produtos. Ou seja, a Capcom, como empresa, percebeu que é possível ganhar dinheiro fazendo um fanservice "diferente", daqueles que estamos mais acostumados a ver (como o fio dental de Cammy).


Indo na contramão da lógica de algumas pessoas, a Capcom continuou com as suas musas com corpos esculturais esbanjando sensualidade no jogo, porém, trouxe esse mesmo conceito para os personagens masculinos. Ou seja, se temos uma Cammy "sexualizada" que seduz, seja com o olhar, trajes e o seu corpo, temos o mesmo com o Ed (inclusive algumas dessas características sedutoras dele, são vistas in game).


Claro que ela não é pioneira em fazer isso. A Arc System, empresa da franquia BlazBlue, faz o mesmo, de uma maneira um pouco diferente, com alguns de seus personagens masculinos, por exemplo. Mas se a Capcom não é a primeira, porque então, estou fazendo este texto gigante? Seria mais um "surto de fangirl pelo Ed" meu? Não.

A Capcom soube demonstrar com o dakimakura e essa brincadeira (sem contar certos trajes, não apenas com o Ed, presentes no próprio jogo), o que eu chamo de "fanservice igualitário".


Em discussões a respeito do traje de Laura, eu sempre procuro dizer que, por mais que saiba que existem exageros (que não é o caso com a Laurinha), eu não irei proibir personagens como ela de existir, se eu fui uma das primeiras a surtar com o Ryu sem a parte de cima do gi, ainda no Street Fighter IV. Sem contar que eu mesma já sexualizei os personagens masculinos que eu sou "apaixonada", por justamente gostar deles, isso quando eu não pego um personagem aleatório para trabalhar essa questão em cima (como um desenho de Vega/Bison que fiz baseado no trabalho de P.Labo, uma artista japonesa apaixonada pelo ditador, e que sabia sexualizá-lo de uma maneira maravilhosa).

Vega/Bison por P.Labo
Eu não quero a eliminação de personagens como Laura e sim uma diversificação do fanservice, que as empresas TAMBÉM trabalhem na sensualidade de seus personagens masculinos e, porque não, façam produtos voltados para essa temática, porque tanto meninas héteros que jogam, quanto homens gays que jogam, existem e consomem os produtos. E a Capcom nessa questão, mesmo que o dakimakura seja vendido apenas no Japão, deu um passo, um tanto surpreendente.

Kolin e Gill numa ilustração oficial. Sim, aparentemente, ele está nu.
Por fim, eu quero dizer que sim, as empresas podem investir na sensualidade dos seus personagens masculinos, se notarem que EXISTE PÚBLICO PARA ISSO!!! Então minhas queridas (e queridos também), que tal mostrarem para as empresas que público para tal coisa existe? Que tal pedir por mais Hot Ryu, Alex Bombeiro ou personagens que só lutam de tanguinha como o Gill, em vez de se comportarem como choronas quanto a uma personagem feminina, mas sendo as primeiras a ficarem com a calcinha encharcada, quando a EMPRESA resolve fazer a EXATA MESMA COISA com um personagem masculino no jogo?

Vamos parar um pouco de hipocrisia  e saber fazer valer a nossa voz de uma maneira mais agradável de se ouvir. Se querem personagens femininas mais diversificadas (seja lá qual for o seu conceito de diversidade nesta questão), não elimine um grupo, quando você curte ver o outro lado na mesma situação, e sim, peçam, mostrem que isso pode ser bacana por motivos x e y, envie e-mails, se tiverem oportunidade de falar com alguém da empresa (não necessariamente a Capcom) exponha a sua ideia de maneira sadia e não hipócrita.

Abel por doomedarts. Um personagem que acho "carismático como uma porta", mas que não me importaria de ver fanservice
E que tal também, para quem gosta como eu, pedir por mais fanservices como esse do Ed, não apenas com ele, mas com os personagens que VOCÊS GOSTAM, seja o Ryu, o Ken, o Balrog/Vega e até mesmo o Zangief. Eu não me importaria nenhum pouco de ver um produto fanservice do Vega/M.Bison, pode não ser o meu muso, mas sei que algumas pessoas gostariam e se puderem, comprariam. Pois só fazendo as empresas notarem que se pode ganhar dinheiro com isso, que elas vão fazer.

E por último um recadinho: Se você, homem, achou isso que fizeram com o Ed escroto pra caramba e que, é mais um motivo para a Capcom ter estragado SF V, mas só falta bater uma ao ver a bunda da R. Mika e da Chun-Li, sinto lhe dizer, mas tu é tão hipócrita quantos as garotas que alfinetei neste post. Vocês podem dar as mãos e irem para o limbo. =)

Por fim, fico por aqui. Ah, e claro, caso você queira fazer um "esquema" para adquirir o dakimakura do Ed com o seu muambeiro japonês de confiança, é só clicar no E-Capcom!! :v See ya!!!! ^^

01 abril 2018

Card game on-line de SF


Primeiro, peço perdão pela sumida. Ando meio ocupada. Mas, nada melhor que uma piada de 1º de abril para descontrair, não?


Assim como ocorreu no ano passado, onde a Capcom fez um joguinho de perguntas e respostas, estrelando Chun-Li, Ryu e Juri, comemorando o 1º de abril, nesse ano temos um jogo novo, um card game onde a estrela é... o Ed, com direito a entrevista com o pedaço de mau caminho jovem comandante!!!!!

Uma das faces de Sagat
Lançado ontem, é um card game (lembra de Yugi-Oh?), onde o jogador tem que desafiar e ganhar os Quatro Reis da Shadaloo (os de SF II) e ir colecionando as "faces da derrota" de cada um.

É só imprimir no site e usar! :v 
Você pode conferir e se divertir com o jogo neste link. Mas isso não é tudo!!! Você pode criar o seu "cosplay" de Ed, com direito a Psycho Power, imprimindo alguns detalhes da roupa do gostosão comandante da Nova Shadaloo!


Porém, outra coisa que me chama atenção é o fato de ter uma propaganda de um dakimakura (aqueles travesseiros gigantes de personagens) do Ed!!! Com direito a ele só de cueca!!!!

Eu já disse pra vocês que o Ed é o meu segundo "husbando"? =P
Apesar de aparentemente ser zoeira, o travesseiro será REALMENTE COMERCIALIZADO (e eu achando que só a Arc System que fazia fanservices parecidos :v )! Pena que será entregue só no Japão, ou seja, hora de pedir para o seu amigo muambeiro que mora na terra do sol nascente comprar um pra você!!! ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Para não dizer que fiquei apenas na babação pelo Ed, uma Chun-Li maravilhosa feita pelo Sano! xD
E para terminar, aproveito para desejar a todos uma Feliz Páscoa!!! =) Comam bastante chocolate, se divirtam, descansem. E para os irmãos cristãos, lembrem-se do verdeiro significado desta data! =D See Ya!!!

15 março 2018

O mangá de Street Fighter II Animated Movie


Nihao pessoal, como vocês estão? =) Hoje irei trazer algo que algumas pessoas nem devem ter conhecimento de sua existência: o mangá de Street Fighter II Movie!!

Antes de ir direto ao ponto, quero agradecer ao leitor "Tropical Panda" que conseguiu os scans do mangá (e você pode, antes de ler esse artigo, clicando aqui) e me mandou, sugerindo um artigo! =D Então, vamos ao que interessa agora.

Capa da edição japonesa
Lá pela década de 1990, a Viz Media (empresa fundada em 1986) nos EUA publicou várias séries famosas de mangá, incluindo alguns baseados em games, como o Cammy Gaiden (que foi republicado pela UDON) e a adaptação do longa metragem de SF!


Claro que, nessa época, diferente do que ocorre atualmente (onde procuram deixar a leitura no estilo oriental), o mangá, ao ser publicado foi "adaptado" a leitura ocidental (ou seja, ele foi espelhado) e lançado em formato americano, sendo dividido em 6 edições.

Vega/Bison e seu sorriso colgate!
A história e os desenhos ficaram por conta de Takayuki Sakai, que no traço, soube fazer algo bacana, em dados momentos chegando a ser bem fiel ao estilo do Shuko Murase. Quanto ao roteiro, mesmo sendo uma adaptação da história do longa de animação, sofreu algumas mudanças bem drásticas. Sim, É AGORA QUE COMEÇA OS SPOILERS! =D


A primeira diferença gritante, é logo no começo, onde Ken aparece em seu carro decidindo como irá pedir Eliza em casamento, sendo logo após capturado. Mas diferente do que ocorre no anime, são OS QUATRO REIS da Shadaloo que aparecem para Ken. O Ponto em comum é a luta entre o loiro e Vega/Bison.


Quem encontra Ryu e o alerta sobre Vega/Bison é Chun-Li e, essa ajuda dela no começo, faz bastante diferença na luta contra Ken no final. E terminamos descobrindo que, além de Cammy e, posteriormente Ken, Guile chegou a ser capturado e usado pela Shadaloo.

Achou que eu iria mostrar a cena né, safadinho! ( ͡° ͜ʖ ͡°)
Para os tarados de plantão, nesse mangá há a cena de banho de Chun-Li, mas, eu não sei dizer se sofreu cortes, já que infelizmente, não encontrei nenhum scan da edição japonesa para fazer comparações. Infelizmente, era  comum alguns mangás, ao serem publicados sofrerem cortes ou outras "adaptações" nas terras do Tio Sam.


O que posso dizer é que teve algumas coisas omitidas, como a imagem que vocês estão vendo acima.


E falando em adaptação, a versão da Viz comete um GRAVE erro em dado momento, ao chamar o Tastsumaki Senpuu Kyaku de... SHORYUKEN??? O.o


Outros personagens aparecem rapidamente no mangá, como Blanka e Zangief. Mas o grande destaque fica para a batalha entre Ryu, Ken e Vega/Bison.


Como disse anteriormente, graças a ajuda de Chun-Li, Ryu, comparado com a sua atuação no longa, fica mais ativo na luta, enquanto tenta trazer Ken de volta a si. E quanto a luta dos dois contra Vega/Bison, o final dela é "bem forte" e "chocante", se equipararmos ao que foi visto no anime (ficou curioso? LEIA O MANGÁ). Ah, e os jogadores de SF Zero 3, vão notar algo de familiar ali (mesmo o jogo tendo saído depois do mangá).


Para quem se interessar em adquirir o mangá, tanto a versão americana quanto a japonesa, ainda é possível de se encontra a venda na internet. E, para a nossa tristeza (ou não), até o momento, a UDON não demonstrou nenhum tipo de interesse em republicar esse mangá, diferente do que ocorreu com o Street Fighter II do Kanzaki. Mas, quem sabe um dia, né?

Espero que tenham curtido e irei ficando por aqui. See ya!!! =)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários