10 maio 2015

Algumas mamães dos fighting games

Nihao!!!! Para comemorar o Dia das Mães, nada como um artigo temático sobre elas! xD

Como o próprio título já diz, irei tratar exclusivamente sobre as mamães dos jogos de porrada. Como existem vários, irei citar só algumas, e o pessoal fica livre para comentar sobre alguma que se lembrar. Então, vamos ao que interessa.


Chun-Li (Street Fighter)


Lógico que não poderia deixar a minha querida chinesa de fora. Em SF III, Chun-Li adota várias crianças e ensina artes marciais a elas. Chun-Li não possui filhos biológicos, mas, quem disse que mãe é apenas aquela que põe o filho no mundo? Chun-Li é uma mãezona, que vai até o inferno para salvar seus filhotes (Urien que o diga).
 

C. Viper (Street Fighter)


Uma das personagens da nova geração de SF. Agente dupla, que envia, às escondidas informações sobre a SIN para Chun-Li (sem que essa saiba). Possui uma linda menina, chamada Lauren, cujo pai até o momento é desconhecido.


Diana (KOF)


Outro caso de mãe adotiva. Diana era uma oficial de alta patente da NESTS que ficou encarregada do projeto Anti-K. Sua responsabilidade era cuidar do treinamento de Kula, mas ao ver a criança, se "apaixonou" pela menina e desde então, ela a trata como se fosse sua filha. 


Dural (Virtua Fighter)


Dural, até o Virtua Fighter 3, era a mãe do personagem Kage-Maru. Seu nome verdadeiro é Tsukikage e era uma ótima kunoichi, que despertou o interesse da maligna organização J6, que a utilizou no seu projeto Dural. Em Virtua Fighter 3, Kage consegue salvar sua mãe.


Nina Williams (Tekken)


Nina é mãe de Steve Fox. Mas não que ela tivesse consentido. Ele foi feito através de fertilização in vitro, utilizando o seu óvulo, enquanto estava adormecida na criogenia. Para piorar, em Tekken 4, ela foi contratada para matá-lo.


Konoe Ayatsuki Mercury (Blazblue)


É uma bruxa, conhecida também pelas alcunhas de Nine; um dos Seis Heróis e também um dos Dez Sábios, portadora anterior do Gigant: Take-Mizaguchi; e atualmente dada como morta, mas que reapareceu, depois de ter sofrido lavagem cerebral, como Phantom, serva de Hades Izanami (que possui o corpo de Saya, irmã de Jin e Ragna). É mãe da cientista Kokonoe.



Celica Ayatsuki Mercury (Blazblue)


Irmã mais nova de Konoe. Durante a Dark War, ela viajhou brevemente com Bloodedge, para procurar informações sobre o pai da mesma. Após a guerra, ela ficou responsável de cuidar dos restos da Black Beast, enquanto construía uma igreja, esperando um dia, se reencontrar com o antigo companheiro de viagem. Posteriormente, Juubei, seu cunhado, lhe confia três crianças a seus cuidados, Ragna, Jin e Saya, e com isso, ela se torna mãe adotiva destes.


Sindel (Mortal Kombat)


Soberana de Edenia, teve seu mundo conquistado por Shao Khan. Este matou seu companheiro e fez com que ela se casasse com ele. Sindel cometeu suicído, deixando sua filha Kitana. Séculos mais tarde, o feiticeiro Quan Chi a ressuscita para cumprir os propósitos malignos do imperador de Outworld.


Sonya Blade (Mortal Kombat)



Sonya na nova cronologia de MK, se casa com Johnny Cage e tem uma filha com ele Cassie. Durona e completamente ciente de seus deveres como militar que combate a ameaça de Outworld, tem problemas de relacionamento com a filha.



Sophitia Alexandra (Soul Edge/Calibur)


A guerreira de Hefesto, que sempre combateu a lâmina amaldiçoada Soul Edge. Em Soul Calibur IV, ela descobre que um dos servos da lâmina maligna, raptou sua filha Pirra. Pirra foi exposta a lâmina maligna, e caso a Soul Edge fosse destruída, a garota poderia morrer. E em nome do amor à sua filha, Sophita, começou a combater qualquer guerreiro que tentasse destruir a lâmina do mal.


Menções honrosas:



Estas não entraram na lista principal, pois já falei delas no artigo sobre as personagens femininas não selecionáveis de SF b. Então, vamos dar os parabéns a Eliza (esposa de Ken), Julia (esposa de Guile), Sally (esposa de Dhalsim), Samantha (mãe do nosso monstrinho verde favorito, Blanka), a esposa do Hakan (que teve SETE filhas com ele) e a mãe de Elena (que fez uma rápida aparição em SF III).



Por enquanto é só. Espero que tenha gostado!!! E Feliz Dia das Mães!!! ^^

29 abril 2015

O obscuro Street Fighter coreano - Review da 2ª parte

Olá!!! Mil anos depois a continuação do revirew de SF Coreano!^^ Desculpem a demora. Sério. Devido a uma série de fatores, não deu para fazer a segunda parte antes. =/

Então, vamos ao que interessa!

Como devem ter lido e visto na 1ª parte, ela terminava com Ryu e Ken indo bater um papo com seu mestre, que é o clone "bonzinho" do Pai Mei. Só que pelo visto mestre Gouken ficou sabendo das fanfarronices de Ryu e Ken. E a coisa foi piorada quando Ken resolver fazer comentários... Que fez piorar as coisas, obviamente, como dito anteriormente, pois gosto das coisas redundantes! =P



Oooops, I  did it again!!

Logo após a bronca, vemos Ryu algemado meditando acorrentado (uia, pelo visto esse autor estava certo ao desenhar a Chun-Li fazendo isto com o Ryu... ( ͡° ͜ʖ ͡°) ), lembrando das palavras de seu mestre. Nisso chega Ken, dizendo que é para ele relaxar. E no papo Ken se lembra de uma moça (a versão coreana de Eliza?) 


Será a Eliza coreana?

E logo após Ryu faz uma massagem/tratamento de ki/ ou seja lá o que for aquilo em Ken (fujoshis de plantão, pirem! ( ͡° ͜ʖ ͡°) ) 


Sério, o que é isso?

E depois do papo (e momento mela calcinha de fujoshi), temos o pronunciamento de Dhalsim nas montanhas anunciando o começo do torneio Street Fighter! E a primeira luta será entre Ken e Honda! Ryu observa de longe o amigo lutar. 


Honda depois da leptospirose vs Ken pobre

E aí, temos aquele momento típico de animes e comics, onde o adversário, fala, fala, fala... zzzzz E finalmente começa a luta, com Ken levando a pior. Honda se mostra um adversário terrível. Fãs do Ken podem reclamar, pelo visto não é apenas os roteiristas trolls chineses que amam o senhor Masters... =/ E a seção espancamento é tanta, que quase faz voar a peruca de R$ 3,00 do ator!


Vamos lá, força na peruca!!!!
Quando tudo parecia perdido, Ken mostra sua técnica poderosa para Honda. Shoryuken? Que shoryuken o quê meu filho, o bagulho é...




Que, não surge efeito em Honda. E ele contra ataca com seu... FARINHAUMBIGODUKEN!!!!!!!!!!!!!! Oh yeah!!!


Quando tu achas que a coisa não está bizarra o suficiente...

E quando Ken está prestes a ser destroçado por Honda, então, indo no resgaste de sua amada seu amigo, chega Ryu, voando (mas hein?) num Shooooooooooooryuken!!! E acorrentado!!!!! =P Com direito a musiquinha tema do seriado!!! xD


Super Ryu é seu amigo, vai salvá-lo do perigo!!!!

O ataque de Ryu faz Honda soltar Ken, porém, o lutador de sumô fica rindo dos ataques patéticos de Ryu. Então ao se lembrar das palavras de Pai Mei Bonzinho, Ryu sai voando, novamente, em um shoryuken, para dar o COMETA DE PÉGASO(Pegasus Sui Sei Ken, se tu for um purista chato)!!!


SAORI!!!! ME DÊ SUA FORÇA PÉGASO!!!!!!!!

Porém, Honda é uma barata, e mesmo tonto e cansado, resiste ao golpe de Ryu, que tomba na arena, exausto, por ter usado todo o seu ki (ou porque os roteiristas quiseram assim, vai saber). Então, quando tudo parecia perdido, com o olhar atento dos outros street fighters , surge mais um adversário (voando, lógico) para enfrentar Honda e acabar de vez com o lutador de sumô! Chun-Li!!!!!!

E diferente do que aconteceu com Ken e Ryu, a chinesa consegue uma luta mais equilibrada contra Honda, se aproveitando de sua agilidade, com direito a ambos ficarem disputando seus golpes múltiplos!



Hyakuretsu Harite vs Hyakuretsukyaku

Porém, chega o Juiz e interrompe a luta dos dois. Ken estava tentando reanimar Ryu e Honda vai em sua direção para atacar. Chun-Li rapidamente, se coloca entre eles, pega Ken no colo (mas não teve como Ken levar Ryu consigo) e sai voando. O__O E com Dhalsim perseguindo eles... Também VOANDO! Sério que todo mundo sabe voar nessa bagaça???? O___O

Chegando em local mais seguro, Chun-Li e Ken conversam e ele se lembra de sua querida Eliza (como não sei o nome da amada de Ken aqui vai Eliza mesmo) ao olhar para a chinesa. Até porque elas são "iguaizinhas"...

Gêmeas "idênticas"!!!

E com isso a segunda parte termina, com Ken tendo um flashback de sua amada.

Para quem quiser conferir com seus próprios olhos (e sentirem eles sangrarem um pouco) é só ver o videozinho!!! xD


Por enquanto é só. Prometo que a terceira parte será mais rápida para sair. Então, até a próxima!!!^^ 

14 abril 2015

A polêmica dublagem de Mortal Kombat

Nihao povo! Sim estou sumida. E não, não irei prometer nada, mas quem sabe, eu tento fazer, pelo menos, dois artigos por mês?

Bem, vamos direto ao assunto. Talvez alguns fiquem de boca aberta, "Oh, um quase blog de SF falando de MK?" Queridos tenho um certo carinho pela série MK. Antes de começar o artigo, só uma historinha.

Jogo games desde nova como todos aqui devem saber. O que talvez poucos sabem, é que dentre os fighting games, eu aprendi a jogar Mortal Kombat primeiro. E durante um bom tempo, eu acompanhava mais as notícias relacionadas a MK do que a SF. Então, nem preciso dizer o quanto fiquei feliz quando MK voltou com tudo em 2011.


Então vamos ao que interessa.


Não, não é zoeira. Essa frase está presente no jogo. T.T

Creio que muitos devem ter ficado felizes com a notícia da dublagem do jogo. Só que, como nem tudo são flores, alguns devem ter sentido um senhor balde de água fria quando anunciaram a dubladora da filha de Cage e Sonya, ninguém menos que Pitty.

Quem acompanha um pouco o mundo da dublagem, sabe que muitos fãs dessa arte não veem com bons olhos famosos sem experiência dublando. Existem dublagem que ficaram boas (aqui no Brasil) feita por famosos, sim, mas há vários exemplos ruins. Para piorar, um pouco antes, os fãs de games viram o resultado infeliz da dublagem feita por Roger do Ultraje a Rigor no game Battlefield: Hardline.

Imagem que personifica BEM o resultado da dublagem


Com a Pitty não foi diferente. Assim como ocorreu com o Roger, ela está sofrendo duras críticas dos fãs (aliás me pergunto se vai ter jornalista sem noção falando que o fracasso da dublagem dela é devido ao seu posicionamento político como aconteceu com o Roger). Apesar de alguns criticarem o forte sotaque dela que não cairia bem para o esteriótipo da Cassie, vejo que a maioria reclama da falta de emoção na falas, tanto que, já teve gente postando vídeo com a mulher do Google Translator falando as falas de Cassie - e que eu sinceramente não vi tanta diferença entre elas. xD E para piorar, os outros dubladores, que mesmo fazendo um bom trabalho comparado com a Pitty, sofreram, assim como ela de uma péssima adaptação do texto (parece que traduziram no google -.-) e alguns, infelizmente, possuem vozes que não combinaram com os personagens.



Com isso, a dublagem de MK peca nos seguintes aspectos:
  • Adaptação ruim dos textos - como falei anteriormente - onde muitas frases de intro ficaram completamente sem sentido;
  • Vozes que não combinam com o personagem, um dos que vi o pessoal reclamando foi quanto a D'Vorah e ao Kotal Kahn;
  • Famoso sem experiência na área que foi mal dirigido e/ou que não soube interpretar o personagem.

E para piorar, aparentemente ambos não tiveram acesso as cenas de seus personagens (Pitty ainda ouviu as cenas em inglês - o que piora um pouquinho a parcela de culpa dela) e a direção não ajudou muito.

Com isso temos uma série de erros que além do pessoal reclamar muito no Twitter, já disseram, que vão preferir comprar a versão estrangeira como forma de protesto pelo fato do resultado da dublagem ter ficado triste (e por causa da Pitty).

Para piorar, vejo, nesse instante que estou escrevendo isso aqui, um post da página oficial do Facebook, divulgando um Pocket Show com a Pitty no Center Norte em São Paulo. Sinceramente, como se a maioria dos fãs tivessem curtido mesmo o resultado da dublagem.


Por fim, quero deixar uma mensagem, que foi dita pelo Nelson Machado, dublador muito conhecido do pessoal:



Fãs reclamam na Internet. Mas só na Internet. Quando o consumidor começar a reclamar para o produtor e explicar pra ele que algumas vozes profissionais da área são mais bem-vindas ao consumidor desse produto do que a voz de um cantor, de um músico ou seja de quem for, talvez o produtor estrangeiro comece a entender que está investindo nos famosos errados e talvez os próximos produtos venham com uma versão brasileira mais respeitosa para com quem compra o produto. Eles não sabem disso. Alguém poderia informar a eles que o consumidor brasileiro compra os games ou os DVDs APESAR de alguns famosos e não POR CAUSA deles. 

Então, algo a se pensar. E aos fãs de SF, a Capcom possui representante aqui no Brasil, que tal, caso confirme uma dublagem de SF V, não ficarmos em cima, para não se repertir o erro com MK?

08 março 2015

As personagens não selecionáveis do universo de SF

Nihao povo. Ok, imagino que alguém esteja gritando: "Ô criatura, tu não vai falar sobre o Charlie não?"

É, eu sei que já era para eu ter falado. Quem sabe na próxima postagem? =P

A postagem de hoje é temática (dããããããã), sobre o dia internacional da mulher. Então imaginei fazer uma pequena homenagem as personagens femininas do universo de SF que não são selecionáveis. Aquelas que muitos esquecem que existem, mas que ao menos dentro da história, tem seus momentos, junto aos personagens selecionáveis.

Então, let's go! ^^

Eliza

Sim, começarei com a esposa de Ken. A bela loira que aparecia no final de SF II (e que no início parecia mais uma boneca de pano). Eliza nos jogos aparenta ser uma garota jovial, que apoia Ken, sendo boa mãe e esposa. Tanto que no SF III o casamento deles ainda vai muito bem, obrigada!



Julia e Amy

Julia é a irmã mais velha de Eliza, esposa de Guile e mãe da bela Amy. Pelo pouco que o jogo mostra, Amy tem boa relação com seu pai e Julia é aquela companheira, que compreende o marido e o chama de volta a razão quando necessário. Bem, como não se sabe se terá Guile no SF V e não há menção do que ele ainda faz da vida em SF III, então provavelmente, assim como Ken e Eliza, Julia tem uma vida feliz ao lado de sua filha e seu marido, quando finalmente Guile consegue a sua paz.



Sally

A esposa de Dhalsim. Não há muito o que dizer sobre ela, a não ser que ela aparenta ser boa mãe e sempre que possível torce pelo maridão!



Samantha

A mãe do nosso monstrinho verde favorito!!!! Procurou seu filho desde o desaparecimento dele, o encontrando graças as transmissões televisivas de suas lutas. O reconheceu graças as tornozeleiras que ele usa.



Lita Luwanda

Lita faz parte da Delta Red, a equipe do serviço secreto inglês da qual Cammy faz parte. Faz uma rápida aparição no prólogo e no final de Cammy de SF IV, com os cabelos mais curtos.



Kei Chitose

A amiga "normal" de Sakura, que a acompanha na sua jornada no mundo da luta.



Shadaloo Dolls

Mais informações sobre elas nesse artigo. As únicas Dolls selecionáveis (excluindo Cammy) são Juni e Juli (na série Alpha) e Decapre (na série IV).



Esposa de Hakan (e suas filhas)

A linda esposa do lutador turco, que deve ter deixado muitos gamers de queixo caído. Infelizmente, não há muito sobre ela, a não ser que ela teve 7 FILHAS com ele.


Candy

A namorada doidinha e um tanto avoada de Rufus, que o acompanha. Se veste de maneira country e possui um ótimo senso de humor.



Lauren

A filhota de C. Viper. Não se conhece o pai da criança (provavelmente é alguém "normal", mas rolam boatos de que seja o Nash O.o), assim como não há muitas informações sobre ela.



Patricia

Filha adolescente de Tom, um grande amigo de Alex, a quem carinhosamente, o chama de Alec. Ela o trata como se fosse seu irmão mais velho.


Sarai Kurosawa

Melhor amiga de Ibuki, é sua colega tanto de classe quanto de treinamento ninja!

Irmã (morta) de Remy

Fez uma aparição rápida no final de Remy, quando ele deixa o esquife de gelo afundar, para assim, esquecer o seu passado.



Narumi, as colegas de classe e a mãe de Elena

A mãe de Elena é mencionada rapidamente em seu final de SF III The New Generation e 2nd Impact. Das colegas de jovem africana, a mais conhecida (e mais próxima) é a jovem Narumi, a quem Elena escreve uma carta em seu final de 3rd Strike.


Kolin

Secretária e assistente de Gill, que aparece ocasionalmente no game.


Hoimei e Shaomei

As irmãs que são "namoradas" de Yang e Yun. que vivem um "quadrado amoroso" com os mesmos. 



A aluna de Chun-Li

A garotinha que Chun-Li teve que resgatar em 3rd Strike.



Juliana

Agente da CIA que está investigando sobre Q.


Effie

Namorada de Necro, que assim como ele sofreu nas mãos da organização de Gill. A partir de SF III 2nd Impact ela faz parte do grupo das juízas


As Juízas

Moças que decidem o vencedor da luta após um double ko ou double time-up na rodada final da luta. Mais sobre elas nesse artigo.


Menções honrosas (para aquelas que não fazem parte da série principal):

Jessica

Ex-namorada de Cody e filha de Mike Haggar. Terminou com Cody depois deste ter virado um encrenqueiro.


Rena

Irmã de Maki e era noiva de Guy em Final Fight 2. Como tal assunto não é mais mencionado, provavelmente os dois não são mais.


Roxy e as outras inimigas da série Final Fight

Roxy, companheira da controversa Poison e completamente esquecida pela Capcom. E mais esquecidas ainda são as inimigas dos Final Fight seguintes. Mais sobre ela (e Poison) nesse artigo.


Vanessa Sims

Personagem que apareceu no famigerado, Final Fight Streetwise. É proprietária e garçonete do Barfly Lounge. Faz o possível para ajudar o seu namorado, Kyle, a encontrar seu irmão, Cody.


Madame Celeste

Outra personagem de FF Streetwise. Uma cartomante do bairro onde Kyle vive, o ajuda na busca de seu irmão, ao mesmo tempo que insinua que ela e Cody foram íntimos no passado.


Zako C

Personagem de SF EX 3, aparece apenas no edit mode ou no credits bonus game. É uma jovem com os mesmos movimentos de Sharon.


Bem, espero que tenham gostado desses especial!! ^^ Para as leitoras do meu blog, um feliz dia das mulheres e para os rapazes o meu obrigado por terem lido o artigo!!! =P Até a próxima!!!!^^
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...